NOTÍCIAS

Quando se inicia um projeto, independente do porte, uma série de questões técnicas, operacionais e burocráticas, entre outras, devem ser cuidadosamente observadas para que todas as etapas ocorram dentro do planejado e o prazo de entrega seja cumprido. Neste cenário destaca-se o gerenciamento de projeto.

“São pontos importantes que precisam ser considerados e podem auxiliar a prever possíveis imprevistos. Essa medida evita custos com retrabalho, garante a entrega dos projetos com a qualidade esperada e não gera desgaste entre os projetistas por indefinição de processo ou erros básicos”, explica o arquiteto Thiago Machado, sócio da TM2 planejamento e projeto.

Assim como numa cirurgia, em que protocolos estabelecidos precisam ser seguidos para aumentar a segurança e diminuir possibilidades de erros, nas obras, o gerenciamento de projeto tem esse papel. Nestes casos é importante definir:

  • Matriz técnica e matriz de responsabilidade - São importantes para a distribuição das responsabilidades em um projeto e também definem as funções de todos os envolvidos.
  • Fluxo de informação – Deve ser objetivo, podem com um bom nível de detalhamento, e direcionado às principais lideranças do projeto.
  • Penalidades – Precisam estar definidas e ser de conhecimento de todos os envolvidos para, somente se necessário, serem aplicadas.
  • Locais e horários de reuniões – Alguma ausência na reunião de trabalho pode impactar na entrega, por isso é importante que todos os envolvidos estejam nas reuniões.
  • Padronização dos entregáveis com nível de qualidade – Manter a uniformidade nos processos, independente do nível de exigência, promove entregas de excelência e dentro dos prazos estipulados.

LEIA TAMBÉM

MATÉRIAS TECNOLOGIA E SUSTENTABILIDADE
Copyright Portal Obra24horas | 2005-2018
Contato: (011) 3124-5324 | Termos de Uso