MATÉRIAS

De acordo com os dados do índice de produção na construção civil, contribuíram para esse aumento da produção os grupos de materiais de pintura (12,9%), de materiais de base tais como betume emulsões, brita, areia, ferro e cimento, cujo aumento foi 9,2%, e materiais de esquadria (porta de ferro, janela de madeira e janela de alumínio) que aumentou 1,0%.

Entretanto, esse aumento da produção na construção civil foi atenuado pelos grupos de materiais de eletricidade” (-1,9%). O INE adianta ainda que a diminuição da produção, nesta categoria, justifica-se, principalmente com a diminuição da produção de fio 1,5 mm (-18,9%), de pomada monofásica (-20,9%) e de fio 6 mm (-40,0%).

Os materiais de instalação e canalização sanitária (mármore, granito, mosaico, azulejos e cimento cola), bem como os materiais de revestimento (tubo de PVC, tubo de PPR, sanita, lavatório e banheira) são outros grupos cujas evoluções foram negativas no 1º trimestre face ao mesmo período ano passado, com (-1,4%) e (-1,1%), respectivamente.

No que se refere à variação trimestral, que compara os dados face ao trimestre mediamente anterior, neste caso  o 4º trimestre de 2017, a taxa do índice de produção na construção civil fixou-se, em 1,8%, valor superior em 11,0 pontos percentuais (p.p.) face ao registo no trimestre anterior.

Entretanto, ao contrário da variação homóloga, na variação trimestral, os aumentos de produção de maior relevância foram registados nos grupos de materiais de revestimento (11,5%), de esquadria (10,4%), dos materiais   de canalização e instalação sanitária” 6,7%) e materiais de base (3,9%).

Por outro lado, registou-se a diminuição na produção, de materiais de pintura (-13,1%), de materiais de eletricidade (-9,4%) e de outros materiais de construção (-6,0%).

O inquérito índice de produção na construção civil (IPCC) é uma investigação estatística periódica que se realiza com o propósito de avaliar e analisar a evolução das principais variáveis económicas das empresas que se dedicam, principalmente, a actividade de construção. 

Fonte: Jornal Ecônomico 


Copyright Portal Obra24horas | 2005-2018
Contato: (011) 3124-5324 | Termos de Uso