ARTIGOS

O elevado "Costa e Silva" ou "Minhocão" como passou a ser conhecido, tornou-se um enorme incômodo para os moradores do seu entorno no que diz respeito a aspectos de salubridade urbana.
Poluições sonoras e atmosféricas, além de uma estética consideravelmente desagradável, passaram a fazer parte do cotidiano desse grande eixo de ligação leste-oeste na cidade de São Paulo.
Uma solução alternativa à sua demolição, trás consigo o conceito de jardins verticais permanentes, algo já praticado em algumas das fachadas de edifícios da região.

A ideia é de se encapsular o "Minhocão" com painéis acústicos revestidos na face externa com cobertura vegetal. O topo do encapsulamento será uma área de lazer permanente, proporcionando em tempo integral, a possibilidade de desfrute para atividades ao ar livre. Um túnel de verde!

Nas vias de acessos de veículos haverá aberturas para a ventilação natural do túnel suspenso que, internamente, terá circuladores e filtros de ar. Em pontos estratégicos, serão instaladas escadas e elevadores de acesso a pedestres e ciclistas.

Esse tipo de aproveitamento só traz vantagens:
Proporciona uma diminuição considerável das poluições sonoras e atmosféricas, 
Mantém o fluxo de veículos em tempo integral,
Possibilita o lazer também em tempo integral,
Cria um visual bastante agradável num local carente de áreas verdes,
Recupera o valor dos imóveis da região.

Um projeto de reformulação que visa minimizar o desconforto reinante numa área degradada da cidade com a vantagem de pode ser executado em etapas.


* Domingos Miguel Dársie é arquiteto,

Artigo escrito por Domingos Miguel Dársie

Copyright Portal Obra24horas | 2005-2018
Contato: (011) 3124-5324 | Termos de Uso